w13 - TOYOTA BANDEIRANTE
Compartilhe nas redes sociais

 

W14 - TOYOTA BANDEIRANTE

Toyota Bandeirante é um modelo de veículo de tração nas quatro rodas produzido pela montadora Japonesa Toyota

w1 - TOYOTA BANDEIRANTE

Toyota Bandeirante foi montado no Brasil a partir de 23 de janeiro de 1958, inicialmente  sob o nome Land Cruiser FJ-251(Série J5)

w2 - TOYOTA BANDEIRANTE

Conhecido pela sua robustez e capacidade de se deslocar em terrenos desfavoráveis aos automóveis de passeio. De 1958 a 1962, foi equipado com o motor 2F da Toyota, um 4.0 de baixa rotação a gasolina, com 6 cilindros e que desenvolvia 110 cv, inviável para o interior do Brasil  daquela época. Com a nacionalização em 1962, o modelo foi renomeado Toyota Bandeirante e equipado com o motor OM-324 da Mercedes-Benz, um 3.4 a diesel com quatro cilindros que desenvolvia 78 cv a 3000  apelidado de “Britadeira”  

w3 - TOYOTA BANDEIRANTE

Em 1973 o motor OM-324 foi substituído pelo OM-314, também da Mercedes-Benz, um 3.8 de quatro cilindros a diesel que desenvolvia 85 cv a 2.800 rpm, permanecendo até 1990. A era dos motores da Mercedes-Benz encerrou-se em 1994, quando o Bandeirante usava o OM-364
w4 - TOYOTA BANDEIRANTE
A partir de 1994 o Bandeirante começou a ser produzido com o motor Toyota 14B, um 3.7 de quatro cilindros, a diesel, que gerava 96 cv de potência a 3.400 rpm

Durante toda sua produção, o Bandeirante sofreu poucas mudanças, ultrapassado em termos de design, sem conforto, aos poucos foi sendo substituído pelos seus consumidores por veículos mais modernos

VEJAM OS MODELOS:

w5 - TOYOTA BANDEIRANTE

Utilitário com capota de lona

w6 - TOYOTA BANDEIRANTE

Utilitário com capota de aço

w7 - TOYOTA BANDEIRANTE

Bandeirante de uso misto – Perua longa

w8 - TOYOTA BANDEIRANTE

Camioneta de carga – Pick-up curto

w9 - TOYOTA BANDEIRANTE

Camioneta de carga – Pick-up longo

w10 - TOYOTA BANDEIRANTE

Camioneta de carga – Pick-up com cabine dupla

w12 - TOYOTA BANDEIRANTE

A sua produção encerrou em novembro de 2001, o principal motivo foi que, o veículo não atenderia às normas brasileiras de emissão de poluentes que entrariam em vigor a partir de 2002. A cerimônia de encerramento da produção do Bandeirante ocorreu na montadora instalada em São Bernardo do Campo no dia 28 de novembro de 2001 e contou com a participação de cerca de 500 funcionários da empresa. Foi o período mais longo que um mesmo modelo de automóvel  esteve em produção no Brasil, foram montadas 103.750 unidades.
Fotos meramente ilustrativas
Fonte de consulta: Wikipédia e sites relacionados
Reportagem: Marcus Vinicius
PATROCINADO

logo pp verde fundo branco - TOYOTA BANDEIRANTE

Reservas: (24) 3371-2266

 

Anuncie aqui

gasonina na veia 1024x208 - TOYOTA BANDEIRANTE

Contatos:
comercial@gasolinanaveia.com.br
ANUNCIE AQUI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *