Bugatti é retirado de lago após 70 anos submerso

     Que carros antigos e raros têm alto valor no mercado não é nenhuma novidade. Mas, considerando que ele passou mais de 70 anos no fundo de um lago, a história torna-se ainda mais curiosa.

      O raro Bugatti 1925 foi empurrado para dentro da água por um funcionário fiscal frustrado em 1936, depois que o proprietário o abandonou na Suiça, sem pagar o imposto de importação devido.

 

 

      Como, na ocasião, o valor do carro (imagem ao lado) era menor do que a dívida, o agente aduaneiro viu-se obrigado a destruí-lo. Em 1967, o carro foi descoberto pelo mergulhador Ugo Pillon.

      Pillon achou o carro deitado de lado a 48 metros da superfície. A partir de então, vários membros do clube de mergulho aventuraram-se no local.

      De acordo com o Daily Mail, o carro foi trazido à tona em julho do ano passado pelo clube para arrecadas fundos para uma instituição de caridade que luta contra a violência juvenil. Segundo um funcionário da casa de leilões Bonhams, a restauração do veículo é perfeitamente viável.

     O mais incrível é que ainda havia ar nos pneus e traços da pintura original em sua carroceria.