Willis InterlagosFabricado pela Willys Overland, tinham a licença da Renault que fabricava o Renault Alpine (na Europa). O nome foi em alusão ao Autódromo de Interlagos, que, inspirava esportividade e tinha a missão de ser o carro chefe nas vendas da Willys no Brasil.

w2
Willys Interlagos Berlineta

O Willys Interlagos foi compostas por três versões: Berlineta (a mais popular), o Cupê e o Conversível.

w4
Willys Interlagos Cupê

Com uma aerodinâmica diferenciada, desenho externo harmônico e sua carroceria em plástico e fibra de vidro, destacava sua posição de ESPORTIVO! O “carrinho” atingia 160 Km/h e acelerava de 0 a 100Km/h em 14 segundos.

w5
Willys Interlagos Conversível

Foram produzidos poucos carros, até 1966 apenas 822 unidades. Em 1962 foram 218 unidades, em 1963  (138 unidades), 1964 (209), 1965 (149) e em seu último ano apenas 108 carros.

w6

A equipe Willys dominou o automobilismo brasileiro nos anos 60 graças à versão de competição desse carro. O Interlagos venceu provas importantes como: as 500 Milhas de Porto Alegre (1963), os 500 Quilômetros de Interlagos e as incríveis 200 Milhas de Montevidéu (Uruguai) em 1964.

Grandes pilotos fizeram parte dessa história. Emerson e Wilson Fittipaldi, José Carlos Pace, Bird Clemente, Lian Duarte a Antônio Porto Filho. O destaque maior fica a cargo do famoso Willys Interlagos Nº 22, uma versão de corrida nas cores verde e amarela e pilotado por Bird Clemente.