Busca

Gasolina na Veia

mês

agosto 2017

Fotos antigas e super interessantes

“1º VINTAGE CAR” SÃO LOURENÇO-MG

Aconteceu na estância hidromineral de São Lourenço no sul do estado de Minas Gerais, no dia 09 de julho de 2017 o “Primeiro Vintage Car”. Organizado pelo Vintage Car do Brasil através da presidente Alaiz Deveza, o vice-presidente Expedito Renne, os diretores Barbara Deveza, Lucas Renne e os associados  Thomas Barcelar, Geovani Flore, Alex Machado. Foi uma parceria com a  Associação dos Moradores do Centro de São Lourenço, presidida por Dilson Salomão e a produção da Jabuticaba Produtora Cultural e seus proprietários Phillipe Deveza e Henrique Carmo.

IMG_3099

Compareceram mais de 150 carros antigos de diversas marcas e modelos vindos de várias cidades do sul de Minas e interior de São Paulo e também visitantes de diversas cidades de Minas, São Paulo e Rio de Janeiro.

Muito elogiado este “Chevrolet Roadster V8” ano 1938

Carros de alto nível de conservação

Um dos carros mais cultuados no Brasil é o Opala. Por aqui apareceram alguns exemplares, todos com  muita qualidade e bom gosto

Durante o evento várias personalidades e participantes foram homenageados com um diploma de amigo do antigomobilismo

IMG_3160
Vereador Ricardo Nogueira “Toddy” recebendo o diploma em nome de seu pai, o Ex-prefeito conhecido como “Nega Véia” das mãos de Walter Dutra Marques
IMG_3168
O Ex-combatente Cel. Leonel Junqueira de 102 anos recebendo o diploma como o mais velho antigomobilista das mãos de empresário e vice-presidente do Vintage Car  Expedito Renne
IMG_3174
O restaurador Emerson recebendo o Certificado de Destaque dos Caminhões Militares das mãos de Geovani Flore
IMG_3172
Lucas Pacheco recebendo a homenagem da Dra. Maria Bernadete, sendo o mais novo antigomobilista presente, fez muito sucesso com seu Mini-Herbie
IMG_3176
O empresário Ênio Mendes homenageando associados do Vintage Car, Pedro e Inês
s1
Henrique Poli, diretor presidente do Saae, recebendo a homenagem das mãos do Geovani Flore
s4
Wander Macedo recebendo a homenagem de Edgar, líder dos antigomobilistas de Passa Quatro

Mais carros…..

Alguns dos carros que foram muito elogiados durante o evento

IMG_3096
Mercedes C 280 ano 1980 do antigomobilista “Fábio Guimarães” da cidade de Pouso Alegre
IMG_3108
Belíssima Rural 1967
IMG_3105
VW Kombi Corujinha
IMG_3133
Chevrolet Bel Air 1955
IMG_3130
Dodge Charger RT
IMG_3129
Jeep militar

IMG_3049

Dois caminhões militares

Muita gente bacana apareceu por aqui

Sempre presente nos grandes eventos, Lucas Pacheco e seu Mini-Herbie, desfilando pelo calçadão de São Lourenço. Também  a presença do Herbie grande

Os agradecimentos

IMG_3146
Ao centro, Alaiz Deveza, presidente do Vintage Car, ladeada por Edgar, Leonardo Romanelli do Clube do Fusca de Passa Quatro e as esposas
IMG_3116
O locutor José Luiz
IMG_3114
As moças da mesa de inscrição
s3
A presença do Celsinho e do Sr. Celso (pai) da cidade de Virgínia-MG
IMG_3125
A presença dos amigos Dr. Deocir, Vicente e Homero

 

IMG_3120
O ChoppCar do Circuito do Chopp, com a Barbara

Os amigos do mercado de pulgas

Três belos exemplares do raro MP Lafer

Não poderia deixar de mostrar o Chevrolet Ômega CD 4.1 do “Gasolina na Veia”, que sem ele não poderíamos comparecer a São Lourenço para prestigiar este grande evento

IMG_3059

Faltou a sua foto? Quer incluir mais algum comentário? envie pelo e-mail  ferrugemnapele@gmail.com  que divulgaremos aqui.

Texto e Fotos: Marcus Vinicius

Toyota RAV4 – 4×4 em teste no Brasil

r2

Vendido em versão única no Brasil, o Toyota RAV4 pode ganhar uma nova variante em breve no país. É o que indica o flagra feito por Elton Marques em São Paulo. Rodando sem camuflagem, o RAV4 fotografado é da configuração Limited, uma versão mais luxuosa e sofisticada não oferecida por aqui. Além dos itens de série a mais, a Limited ainda conta com tração nas quatro rodas – o que não está disponível no mercado brasileiro.

r1

Em relação à versão Top oferecida no Brasil, baseada na XLE norte-americana, o RAV4 Limited conta com rodas de liga leve de 18”, porta-malas com abertura elétrica, monitoramento de ponto cego e de tráfego cruzado e sistema de som Premium com GPS.

A Toyota declara que o RAV4 Limited está no Brasil apenas para testes da área de produto da marca e que não há planos para ser vendido em território nacional. Por enquanto, de acordo com a fabricante, permanece apenas a versão Top 4×2 do RAV4.

Fonte de consulta: msn/carros

 

Chevrolet EQUINOX

w1

 Vai embolar ainda mais o mercado de utilitários esportivos, foi confirmado para o Brasil o Chevrolet Equinox  com motor 2.0 turbo de 262cv, câmbio automático de nove marchas e tração integral.

w2

O modelo se encaixa entre o Tracker e o Trailblazer, entrando no lugar do Captiva. O utilitário esportivo será importado do México apenas na versão topo de linha, chamada Premier.

Muito conforto e sofisticação no interior. O veículo vem com banco do motorista com regulagens elétricas e memória, teto solar elétrico panorâmico,  sistema multimídia MyLink com alto-falantes da marca Bose,  para o banco de trás, piso plano e saídas de ar-condicionado.

w4

O Equinox é o SUV mais vendido da marca no mundo, e sua terceira geração foi apresentada no início de 2017 no Salão de Detroit.

w11

O Equinox vem com o mesmo motor do Camaro em versão mais branda, bloco 2.0 turbo com 262cv de potência, 37kgfm de torque e câmbio automático de nove marchas.

w7

Toyota C-HR X Honda HR-V

maxresdefault

O Honda HR-V é um SUV esportivo compacto da Honda inicialmente feito exclusivamente para o mercado japonês e europeu. Foi lançado  em 1999, e em 2005 a Honda decidiu parar a produção. No mercado europeu foi produzido com um motor SOHC-1.6 ou 1.6-litro VTEC SOHC. Em 2000 o modelo sofreu algumas alterações no interior e antes do término da produção no exterior. No Brasil voltou a ser produzido em 2015, já como modelo 2016. 

O Toyota C-HR (Coupé High Rider) é um crossover compacto da Toyota, lançado em 2016 no Salão Internacional do Automóvel em Genebra. Para o Brasil espera-se o lançamento inicialmente na versão hibrida em 2018, o que irá revolucionar a categoria de SUVs.

veja vídeo comparativo :

009

UM DEPÓSITO DE CARROS ANTIGOS

Durante nossas andanças por aí, descobrimos no interior do estado de Minas Gerais um galpão com mais de trinta carros antigos, todos muito bem guardados e longe dos olhares de curiosos.

IMG_4177

 

Quem passa por fora deste galpão todo fechado não imagina as raridades que ali estão

Como diz o proprietário, não se trata de uma coleção e sim de um depósito de carros antigos

São diversas marcas e modelos como: Opel, Dodge Dart, Dodge Charger

Este é o “Opel Rekord” que deu origem ao Opala Cupê

IMG_4171.JPG

Destaque para este “Chevrolet Opala 1971” com baixíssima quilometragem

Este “Impala 1959” ainda está com as placas amarelas e mantém a pintura e mecânica original

Em perfeito estado, ainda com pintura original este “Plymouth 1952”

Chevrolet com câmbio Hidramático

“Opel” que deu origem ao “Chevrolet Caravan”

Dodge Charger RT 1977

Opel 1957

Opel 1960

Dois exemplares do “Dodge Polara” os famosos “Dojinho”

É evidente a preferência do proprietário pela marca “Opel”

IMG_4167

Devido a disposição dos carros, não foi possível ângulos muito perfeitos para as fotos

IMG_4174

Melhor que seja assim e eles continuem bem quietinhos nesta garagem dos sonhos

Fotos e texto de: Marcus Vinicius

“The Underground” Sorocaba-SP

q6

No ultimo dia 30 de julho, rolou a 3ª edição do The Underground em Sorocaba – SP, o evento vem reforçando um novo conceito, onde não importa o estilo do carro (antigo, modificado, preparado), mas sim a qualidade do projeto.

 Muito diferente de eventos apenas de antigos, ou monomarcas

 Para onde se apontava a câmera era possível enquadrar na mesma foto, um carro antigo, um clássico dos anos 90, um JDM, um superesportivo ultramoderno, entre outros estilos. 

O local do evento deu um toque de velozes e furiosos ao evento, foi no 2 subsolo do Pátio Ciane shopping, lembrando muito o 3° filme da franquia , que foi filmado em Tokyo.

É até difícil falar sobre os destaques do evento, mas vamos tentar.  O grande premiado foi o Lexus SC 400 do Paulo Choi, um legitimo JDM com o que tudo que tem de melhor, desde o motor até os detalhes de acabamento interno, além do sonhado “Engine swap” que todo dono de um JDM gostaria de fazer, o motor 2jz do lendário Toyota Supra.

w16

Vimos um simples Ford Escort sapão virar um dos destaques graças a roupa do raro RS Cosworth. V8?!?!

Tinha Dodge, Landau, Galaxie, Challenger, Opala, Maverick…. todos com o toque pessoal de cada um dos donos.

w11

Destaque para uma replica de um Porsche 917 de Le Mans

w10

Hot Rod produzido pela Sigma no Brasil, réplica do Chevrolet 1934, que recentemente foi homologado para venda nos Estados Unidos.

 Impossível descrever os carro e seus detalhes. Confira as fotos, e um pouco mais através do link do vídeo oficial do evento

https://www.youtube.com/watch?v=G6I8IJ_P8Xk

e1

Reportagem: Bruno Mello e Liza Feichas

 

Os “Woodies” americanos

Os primeiros veículos produzidos eram feitos de madeira, na verdade, eram carruagens motorizadas. O motivo era a facilidade e abundância de madeira, seu valor era infinitamente inferior ao metal e mais fácil de trabalhar.

w2

A medida que os automóveis iam evoluindo, a madeira ia sendo substituída pelo metal, tornado-se apenas acabamento em pequenas partes do veículo, como por exemplo, o painel e as peças do interior dos carros mais sofisticados.

w4

Pelo seu baixo preço de custo, nos primeiros ônibus chamados de “Jardineiras”, e nos primeiros caminhões de cargas, a madeira era utilizada em grande parte de sua estrutura e acabamento.

Já em 1928, a primeira Station Wagon conhecida da história, foi lançada pela Ford, originária do modelo “A”, com capô, para-lamas, e mais algumas peças em metal, e todo o resto do corpo do carro era em madeira.

w7

Os “Woodies” eram populares nos Estados Unidos, produzidos como variantes de sedans,  geralmente fabricados como conversões de veículos regulares, por parte de terceiros, e também por algumas empresas de carpintaria grandes e respeitáveis.

w8

Apesar da grande evolução dos automóveis, entre o final da década de 1930, e o início da década de 1940,  a indústria automotiva americana ainda oferecia seus modelos “tipo perua” com acabamento em madeira.

w9

Com o final da segunda grande guerra mundial, em 1949, o aço ficou mais barato, então, as grandes montadoras já não tinham mais interesse na produção de automóveis com acabamento em madeira, por motivos econômicos e ecológicos. O último automóvel produzido com acabamento em madeira foi o Buick Super State 1953.

w10

Após este período, não pense que os “Woodies” foram esquecidos e abandonados. Eles começaram a aparecer nas praias da Califórnia através dos surfistas. Eram carros com muito espaço para transporte das pranchas, oferecidos por baixo preço, pelo simples motivo de seus donos não se interessarem mais.

w11

Era muito comum, durante a década de 1970, ver grandes peruas americanas com apliques imitando madeira.

w12.jpg

Mas, os “Woodies” ainda sobrevivem…

w13

Todos os anos, os proprietários dos “Woodies” se reúnem em Santa Cruz na Califórnia, para uma grande festa de carros e surfistas, é o  “Woodies on the Wharf” 

w14

 

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑